Jornada de plantação nas Bicas de Aguadalte

Agora que as condições melhoraram um pouco, e ainda que, a médio prazo, não sejam brilhantes, propomos avançar com a plantação de árvores prevista para a área da Costa da Malhada / Bicas de Aguadalte, para a qual fazemos desde já um apelo a uma participação voluntária expressiva para o dia 19 de Fevereiro.

No entanto, para que cada “candidato a voluntário” possa avaliar se é proposta ao seu alcance, detalhamos um pouco mais as características do local a plantar e suas exigências.

A parcela a plantar é uma área de eucaliptal anterior, que foi cortado há uns três anos, tendo depois as toiças sido partidas com enxó e finalmente o terreno ripado em 2021. Embora esta parcela tenha c. de 6 ha, nem toda é para ser plantada, porque c. de 1 ha era demasiado inclinado para as máquinas operarem, e os eucaliptos continuaram lá, e 0,5 ha são afloramentos rochosos e aí as máquinas também não intervieram. Deste modo, ficaram 4,5 ha para plantar. Destes, uns 0,7 ha foram ainda plantados em 2021, mas os restantes 3,8 ha ficaram para 2022. É a área que temos para plantar.

Enquadramento da área a plantar
Vista da parcela a plantar (esta foto foi tirada antes da ripagem de 2021)
O Vale de São Francisco (num Inverno chuvoso; esta foto já tem uns 3 anos)

De um ponto de vista prático, esta plantação é muito mais fácil de fazer do que outras que já fizemos em terreno não mobilizado no passado, dado o terreno ter sido ripado em 2021. Por outro lado, é um terreno com declive, que se estende entre as cotas de 240 m e os 330 m de altitude. Mas claro, não é um declive demasiado acentuado, pois foi possível as máquinas operarem aí.

O acesso não é muito fácil. Embora seja possível ir lá de carrinha, se houver um grupo grande, pode ser necessário ir a pé desde o Feridouro, caminhando numa extensão de 580 m entre as cotas de 170 m (estrada à entrado do Feridouro) e de 260 m à chegada ao terreno (ou seja, sobem-se 90 m).

O trabalho propriamente dito consiste em seleccionar cada local de plantação, misturar alguns correctivos com a terra, abrir espaço para a planta, colocá-la e finalizar. A deslocação das plantas e dos correctivos para os locais de plantação é uma componente importante do trabalho.

As árvores a plantar serão, para já, sobreiros e medronheiros, embora, se se afigurarem boas condições mais tarde e houver tempo, ainda possam ser também plantadas murtas, lentiscos e adernos. Temos de momento para plantar 1000 sobreiros e 700 medronheiros, mas claro, só plantamos em cada dia o que for possível, fazendo bem.

Esta parcela insere-se numa área mais larga que constitui o entorno do Vale de São Francisco (nº 2) e onde o projecto intervém em c. de 29 ha. Este vale apresenta várias escarpas por onde a água se lança, abundante, em Invernos chuvosos, e por isso esta área também é conhecida por Bicas de Aguadalte. É uma área onde ainda há muito para fazer, concretamente no que respeita à remoção de mimosas e eucaliptos, mas… uma coisa de cada vez! E agora, que já têm a informação toda, vamos ao trabalho? Os detalhes adicionais estão aqui. De acentuar que as inscrições são até 17/2 à noite, para que possa haver seguro e alimentação para todos!

Até 19/2, nas Bicas de Aguadalte!

3 Replies to “Jornada de plantação nas Bicas de Aguadalte”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: