Última bolotada de 2019

A última bolotada de 2019, do solstício (com uma semana de atraso), de Natal e de  final de ano decorreu, sem sobressaltos atmosféricos, no dia 28 de Dezembro, contribuindo com mais de 3000 bolotas para a Grande Bolotada Ibérica!

A equipa deslocou-se de manhã até às Costas do Rio/Pé torto, exactamente para semear essa língua de terra em forma de península (e de pé torto, segundo a visão de algum antepassado) que existe no sopé do Cabeço Santo. As bolotas foram desta vez submergidas com o repelente, mas, avisados, os voluntários tomaram todas as precauções para evitar irritações.

Pé torto

As águas do ribeiro corriam abundantes lá em baixo (em Dezembro tinham caído mais 325 l/m2, depois dos 348 de Novembro) e a paisagem próxima, dominada pelos rebentos de eucalipto, não era a mais interessante, mas a equipa aplicou-se no terreno para mudar esse estado de coisas. Dispostos quase em linha ao longo da encosta inclinada, os voluntários foram progredindo ao longo das curvas de nível.

TEST.JPG00000
Prontos para começar! (J)
TEST.JPG00000
Desta vez as luvas não faltaram, para evitar irritações de pele! (J)
TEST.JPG00000
Ao trabalho! Logo ali, como inspiração, havia um pequeno carvalho (J)

Pelo final da manhã, quase todo o “pé” estava semeado, mas ainda ficou a faltar o “calcanhar”!

Depois de uma refeição quente na base da Quinta das Tílias e de algumas especialidades próprias da época trazidas pelos participantes, à tarde os trabalhos decorreram nas também “Costas do Rio” mas agora em frente à aldeia do Feridouro, onde já se tinha semeado outras vezes. Foi para quase terminar esta área de 3 ha, junto a um profundo vale, que, como outros desta importância, deve ter algum nome, mas o qual desconhecemos de momento. O que sabemos é que por aqui já se encontram bastantes plantas espontâneas, como azevinho, loureiro, medronheiro, murta  e carvalho, que agora recuperam depois de terem sido queimadas no incêndio de 2017. Os eucaliptos ainda por cá estão também, mas, já bastante decrépitos, irão sendo removidos nos próximos anos.

costas-do-rio-1.jpg

IMG_20191228_144646-01
Perspectiva dos trabalhos da tarde (PV)
IMG_20191228_103750-01
Todo o equipamento indispensável (e extra!) (PV)
IMG_20191228_112241
Um fungo, numa perspectiva luminosa! (PV)
IMG_20191228_152819-01
Um encontro sempre apreciado: Salamandra lusitanica!
IMG_20191228_162040-01
Uma semente de loureiro em germinação (PV)
IMG_20191228_162122-01
Um pau em decomposição (PV)
DSC00846
Uma murta em frutificação
DSC00847
A equipa do dia

E assim se terminaram os trabalhos de 2019, mas provavelmente não a bolotada de 2019/20, já que ainda há bolotas armazenadas e lugar para as semear. Mas logo, logo a seguir virá o balanço de 2019 e o calendário de jornadas de Inverno de 2020.

Obrigado a todos os voluntários, e ao Paulo Vinagre (PV) e à Juliana (J), pelas suas fotos.

One Reply to “Última bolotada de 2019”

  1. Gostei bastante de ver os mapas dos trabalhos realizados sobre as fotos aéreas. Assim ficamos com muito melhor ideia do avançar do projecto. E gostei também da reportagem fotográfica. É sempre animador para quem não pôde ir ver que houve alguém a arregaçar as mangas e ajudou esta bela empreitada. Até breve!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s